Enquete sobre a FESTA DAS MAROCAS

Há uma enquete sobre as eleições para deputados estadual e federal. Por um erro meu, Cecilio Galvão aparece sem o sobrenome e com o partido errado. Na verdade ele hoje está no PTB, embora já tenha passado por PSB. Não posso alterar sem zerar os votos.

Minhas desculpas pelo equivoco.

Tá se acabando tudo,mais prefeitos abandonam Paulo Câmara

quarta-feira, 27 de agosto de 2014



A pisadinha é essa... entra semana, sai semana, e tome prefeitos abandonando a campanha do PSB e se aliando a Armando.

Segue texto enviado pela assessoria do candidato:

Prefeitos e grupos do PSB aderem a Armando e João no Agreste

Em um giro por municípios do Agreste neste domingo (24), Armando Monteiro (PTB) e João Paulo (PT), candidatos a governador e a senador da Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, somaram uma série de apoios de prefeitos, vereadores e lideranças filiadas ao PSB e ligadas à Frente Popular nas cidades de Terezinha, Brejão, Jucati, Calçados, Correntes e Lagoa do Ouro.

No sábado (23), houve a adesão do ex-prefeito de Vitória de Santo Antão José Aglaílson, um socialista histórico. No domingo, o prefeito Marquidoves Vieira, decidiu abrir uma dissidência no PSB estadual para apoiar Armando, João Paulo e Dilma. O socialista levou todo o seu grupo, que é formado por sete vereadores, para o palanque de Armando.

Em um grande ato na noite do domingo, que reuniu milhares de pessoas no Centro de Lagoa do Ouro, o prefeito Marquidoves salientou que a sua decisão foi baseada com base na vontade do povo. “O que nós queremos são obras e o bem-estar da população. Já fui diversas vezes ao Recife para pedir obras que perdi as contas”, lamentou o socialista.

Em Jucati, todo o grupo do PSB, liderado pelo presidente municipal da legenda, Moisés Cordeiro, que disputou a prefeitura em 2012, fechou com Armando e João. Além de Moisés, esse grupo é formado também pelos vereadores Pedro Vilela (PSB), Ernan do Leite (PSB) e Branco (PT), além do ex-vice-prefeito Eliazar Cordeiro, que deixou as hostes socialistas e filiou-se ao PTB.

“A gente viu todo mundo ser eleito junto em 2010 e, quatro anos depois, quando pensamos que Armando seria o escolhido pela Frente Popular para continuar o projeto, apareceu outro candidato, que a gente nem sabe quem é. Armando é um amigo, conhece todo o Estado e tem ciência dos problemas do povo”, afirmou Moisés.

Em Calçado, mais uma grande liderança política decidiu apoiar o palanque de Armando Monteiro e João Paulo. Trata-se do prefeito Zé Elias, que é filiado ao PP, partido que integra a coligação adversária. Além do progressista, seis dos nove vereadores do PSB, PP e PR fecharam com Armando, João Paulo e Dilma. “Armando é a melhor opção para Pernambuco. Ele é o mais preparado”, justificou o prefeito Zé Elias.

No município de Correntes, o ex-prefeito Nivaldo Júnior (PR) também está deixando a Frente Popular para aderir o palanque do PTB. “O povo veio aqui para abraçar essa chapa. Hoje começa a verdadeira mudança de Correntes”, disse.

Para Armando Monteiro, os apoios recebidos neste domingo são demonstrações de confiança no projeto que representa e um reconhecimento de sua identidade com a região. “Identidade que não se constrói no período de campanha, mas que é a marca de uma trajetória. Me sinto feliz por estar merecendo esses apoios e com a certeza de que vamos estar todos juntos trabalhar por Pernambuco”, explicou o petebista.

A ascensão de Paulo Câmara no IBOPE

Jamais se pensou que Armando iria vencer essa eleição com 30 pontos de vantagem. Mas também não esperava uma subida tão vertiginosa de Câmara.

O senador do PTB caiu um pouco, mas fora da margem de erro: de 43% para 38%.

Já o poste do PSB decolou de 11% para 29%. É claro que a vantagem, hoje de 9%, tende a reduzir ainda mais.

Se, na próxima pesquisa, ambos aparecerem em empate técnico, caixaão e vela preta para Armandão. 

Também... Numa época em que o mote é NOVA POLÍTICA, o cara se junta ao que mais energúmeno existe, que é o PT...

Eu mesmo, a cada vez que vejo LULA pedindo: "VOTE EM ARMANDO", penso em NÃO VOTAR EM ARMANDO.

E pelo visto, Eduardo vale mais morto que vivo.

No senado, a briga também apertou e não demora a Fernando Bezerra Coelho empatar com João Paulo

Aliás, vamos dar uma ajudinha na campanha de João Paulo?

Não sei se já tiveram a oportunidade de ouvirem a entrevista de João Paulo à Rádio JCNEWS. Ouçam. E riam muito.

Pesquisa presidencial e debate da BAND

A primeira pesquisa feita depois da morte de Eduardo mostrava Marina em empate técnico com Aécio Neves (21% e 20%), enquanto Dilma seguia com 38%.

Na mais recente, divulgada ontem, Marina já aparece em empate técnico com Dilma (34% x 29%) enquanto Aécio caiu para 19%.

Maria, com sua pose de Santa, pairando sobre tudo e sobre todos, como se fosse superior moralmente, assusta. Já vence Dilma em simulação de segundo turno.

Com seu ar de frágil, os adversários temem bater de frente com ela e assim torná-la mais vítima do que já é. Confesso que toda vez que a vejo, sinto vontade de lhe oferecer um prato de comida.

O tal avião que caiu matando Eduardo Campos estava, e isso ficou muito claro, funcionando dentro de um esquema de CAIXA DOIS. Se fosse Dilma ou Aécio, um escândalo cairia em suas campanhas. Marina pode?

Os números não significam que Aécio esteja fora da briga. Mas uma boa estratégia e coragem de enfrentar Marina pra valer serão necessárias. E o tempo urge!

O debate da BAND foi uma boa oportunidade para percebermos o perfil de cada um dos 3 (e dar boas risadas com o maconheiro do PV e a louca do PSOL).

Dilma segue com aquela ladainha de que, se estão descobrindo as maracutaias do PT é porque seu governo fortaleceu a polícia federal. É meio que "vocês só sabem que roubamos porque demos autonomia à polícia". Gaga, nervosa e fugindo de todas as perguntas que lhe incomodam. Claro que tem dados favoráveis para apresentar, e assim o fez. Mas a forma como o faz a torna a maior chacota do debate.

Marina não acha que é incoerente. Não acha que deve explicações. Não apresenta proposta alguma. Fica apenas, como falei, pairando acima do bem e do mal.

Aécio apresenta dados, números e propostas. Convence que está preparado, mas peca na fraqueza em bater de frente de verdade com Marina.

Mais debates virão e veremos se algum deles ajudará a frear o crescimento de Marina.


VEJA DEBATE NO YOUTUBE


Sobre Eduardo

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Vamos a um texto longo?

Preferi esperar o Luto passar para poder falar da tragédia que se abateu sobre Eduardo Campos. Direi algumas coisas duras, mas que precisam ser ditas .

Eduardo era um político de sucesso, isso não se nega. Teve uma dimensão que fez muitos dos políticos que julgávamos grandes, como Jarbas, serem vistos como nanicos.

A sua alta aprovação está longe de significar consenso ou AMOR DE PERNAMBUCO POR ELE. Via de regra, e Eduardo era regra, o povo não ama políticos. Os mais de 80% que reconheciam em seu governo um BOM reconheciam muito mais uma série de ações, iniciadas no final da década de 90, depois de uma TRÁGICA GESTÃO DE ARRAES, que mudaram a cara do Estado. Eduardo soube capitalizar para si ações do governo anterior bem como do governo federal. Era jovem, simpático e atencioso com suas bases.

Mas sua principal característica era outra: o coronelismo travestido de modernidade. O candidato a presidente que falava em NOVA POLÍTICA havia sido um governador que não se aquietava enquanto todos, aliados ou adversários, não se dobrassem a suas vontades. Maquiava índices, como os da Educação, contratando professores de fora da Rede para darem aulas de Matemática e Português aos alunos que estavam prestas a fazer a Prova Brasil, que dá nota ao serviço educacional estatal.

Nepotista sobretudo. Trabalharam ou ainda trabalham em cargos pagos com dinheiro público os seguintes parentes (vou até fazer o obséquio de ignorar a mãe, neófita em Direito, ministra do TCU):

Arthur Leal Arraes de Alencar –ganhando mensalmente R$ 2.159,44

Carla Ramos Santos Leal — Mãe de Arthur, e tia de Eduardo, ganha R$ 7.308,00 por mês. Carla é a responsável por gerir a verba de suprimentos do Palácio.

Cyro Andrade Lima – Sogro de Eduardo. Integra o conselho de administração Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Recebe R$ 3,7 mil para participar de uma reunião mensal. 

Ana Elisabeth Andrade Lima - É irmã de Renata Campos. O Portal da Transparência do Governo de Pernambuco informa que o salário de Ana Elisabeth é R$ 10.664,78.

Rodrigo de Andrade Lima Molina e Marcela de Andrade Lima Molina – São filhos de Bebeth e sobrinhos de Renata e Eduardo Campos.

Aurélio Molina – Médico, ex-marido de Bebeth e ex-cunhado da primeira-dama e do governador. É secretário-executivo de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco, além de lecionar na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Pernambuco. Salário: R$ 4.916,86.

Tadeu Barbosa de Alencar – É primo de DUDU e foi secretário da Casa Civil. 

José Everardo Arraes de Alencar – Ou Everardo Norões, como é conhecido. Poeta, dramaturgo e primo de Eduardo. Já integrou o conselho de administração Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

Thiago Arraes Alencar Norões – Procurador de carreira, ele foi indicado por Eduardo Campos para ser o procurador-geral neste segundo mandato. Salário: R$ 29.811,78

Paulo Câmara — Secretário da Fazenda de Pernambuco e primo em segundo grau do governador. É casado com a juíza Ana Luíza, filha de Vanja Campos, prima de Eduardo. 

Marcos Coelho Loreto- primo da primeira-dama. Desde 2007, é conselheiro o TCE-PE. Foi chefe de gabinete de Eduardo Campos nos dois primeiros anos do primeiro mandato. 

João Carneiro Campos, irmão de Vanja Campos e primo do governador. Ex-desembargador eleitoral, ele foi nomeado em março de 2011 para o cargo vitalício de conselheiro do TCE-PE.

Flávio Rubem Accioly Campos Filho, primo em primeiro grau de Eduardo Campos, trabalhou durante quatro anos no TCE-PE. 

Flávio Rubem Accioly Campos Neto, atualmente com 27 anos, também ocupou cargo comissionado no governo estadual. Foram cinco anos nessa condição até que, em 2012, se desligou para disputar uma vaga na Câmara Municipal do Recife. 
------------------

O Colunista Reinaldo Azevedo bem lembrou, em seu blog, de um verso muito conhecido para quem bom estudante era e se atinha às revoluções que marcaram Pernambuco em Séculos passados. Como uma das famílias mais poderosas era a CAVALCANTI, dizia-se que

“Quem viver em Pernambuco
não há de estar enganado:
Que, ou há de ser Cavalcanti,
ou há de ser cavalgado.”

Substituam o sobrenome por algum dentre ALENCAR, ARRAES, CAMPOS, ANDRAE, LIMA ou COELHO e não notarão muitas divergências no modus operandi.

Pois bem. Deixou o governo, mas não os empregos da parentada, e se aventurou em uma candidatura a presidência da república.

Os seus babões diziam que iria crescer e chegar ao segundo turno. Ignoravam o fato de Aécio estar consolidando-se acima dos 20% e de ter governadores bem avaliados dando-lhe palanque. Não importa. Eduardo iria destruir tudo isso. Até o dia da tragédia, não se viu nada disso. Vinha enfrentando muitas dificuldades para levar sua campanha. 3 governadores de seu próprio PSB não lhe queriam apoiar, e sim a presidente Dilma. Em mais de 10 estados, quando ia, não podia levar ser cartão de visitas, Marina Silva, por ela discordar das alianças fechadas (São Paulo é o maior exemplo disso).

Em Pernambuco, a candidatura de Paulo Câmara não havia decolado, nem tampouco a de Fernando Bezerra ao senado. O próprio Eduardo perdia para Dilma dentro de casa, segundo as pesquisas.

Agora vem a parte mais vergonhosa, indecorosa e vexaminosa:

Morto, querem dar a Eduardo a dimensão e a importância eleitoral que, vivo, nunca teve. Morto, querem que Eduardo tenha os votos que, vivo, notava-se que não teria.

O Velório e o enterro foram um SHOW, no mais banal sentido da palavra. Fogos de Artifícios. Músicos cantando. Troças de Maracatu. A viúva, Dona Renata, não hesitou e marcou uma, vejam vocês, REUNIÃO POLÍTICA para acontecer 15 horas depois de enterrado o finado.

O filho mais velho, João, falava já em MANTER VIVO O LEGADO DE MEU PAI.

A candidata a vice, Marina, ensaiava tristeza, mas não negava fotos e sorrisos a quem se aproximava. 

O irmão, Antônio, não esperou sequer o corpo para escrever uma carta relatando qual seria a vontade do irmão, de que Marina fosse sua substituta. 

A mãe, Ana Arraes, essa sim guardou todo seu decoro e seu luto para si mesma e mais ninguém.

E como se pouco fosse o circo,agora ensaiam um movimento para que Renata seja a nova vice, ao lado de Marina.

Não me digam!! Com quais prerrogativas? O Nepotismo político e administrativo, ao qual Eduardo, sem dúvidas, era chegado, chegou também ao viés Eleitoral. Até o momento em que escrevo, Renata parece manter a sensatez de não aceitar essa firula.

Renata não tem militância política pública. Renata não é dirigente partidária. Renata recusou-se a disputar o cargo de deputada por afirmar que sua prioridade é cuidar dos filhos.

A única razão pela qual insistem uns babacas nessa hipótese é triste, mas precisa ser dita: os dirigentes do PSB que defendem dona Renata como vice imaginam que, comovidos pela tragédia e pela força demonstrada pela viúva, os indecisos, ou mesmo os eleitores de outros candidatos, migrem de palanque.

Em poucas e duras palavras: querem que, morto, Eduardo e sua lembrança, através de Renata na chapa, sirva para eleger Marina, não importa que tipo de compromissos ela assuma daqui pra frente.

Isso é indecoroso. Isso é mesquinho. Isso é desequilibrado. 

As entrevistas no JN

A PresidentE Dilma deu entrevista hoje ao Jornal Nacional. Antes dela, Eduardo Campos e Aécio já haviam sido sabatinados.

Um dia após a entrevista de Eduardo, eu planejava escrever sobre o desempenho dele e de Aécio. Mas aí aconteceu o desastre, sobre o que falarei em breve. 

Eu não sou imparcial. Quem estiver buscando por isso, pode dar meia-volta.


O Mineiro se saiu bem. Essa foi a análise da maioria dos colunistas que li. Tinha vários dados na ponta da língua, sejam sociais ou econômicos. Mesmo quando confrontado com a Construção do Aeroporto em Terras que pertenciam a seu tio, conseguiu dar boas explicações, em que pese Willian Bonner ter questionado se, além de legal, a construção era Ética.


Mão se saiu nada mal, embora não tenha demonstrado o mesmo conhecimento que Aécio sobre a realidade dos números do país. Quando confrontado sobre a indicação da Mãe para o TCU, disse que sequer votou nela, tendo apenas torcido. Patrícia Poeta falou ainda dos primos dele e de Renata, sua esposa, que foram indicados ao TCE. Eduardo defendeu a prática, mas quando Bonner lhe perguntou se essa seria uma ação constante em um governo seu, mudou a linha do discurso e falou que iria propor o fim de cargos vitalícios na justiça.

Propunha ainda um monte de ações, como o Passe Livre, que aumentaria significativamente os gastos públicos.




É uma louca. Não fala coisa com coisa. Mente e enrola.

Quando o assunto foi corrupção, Bonner lhe perguntou qual a dificuldade em se cercar de pessoas honestas. Respondeu com mentira sobre a criação da CGU, que foi implantada em 2001, no governo de FHC, querendo dizer que seu governo incentiva a caça aos corruptos.

Sobre o PT dar apoio a Mensaleiros, ela respondeu que não iria responder sobre decisões do STF nem tampouco entrar em conflito com seu partido.

Confessou que a Saúde não é minimamente razoável, mesmo depois de 12 anos de PT.

Foi arrogante, estrapolou o tempo previsto, deu respostas enviesadas, fugiu de temas desconfortáveis. E sobretudo, MENTIU MUITO 



Como diria Valdemir Cintra, tá se acabando tudo. PREFEITO DE PASSIRA PULA PRO LADO DE ARMANDO

terça-feira, 12 de agosto de 2014



Como diria o vidente PAI MIMI, tá se acabando tudo. Vamos começar a divulgar pouco a pouco as deserções que Paulo Câmara vem sofrendo. 


Prefeito de Passira declara apoio a Armando e João Paulo

Mais um prefeito e seu grupo de vereadores, todos da coligação adversária, decidiram declarar apoio às candidaturas de Armando Monteiro (PTB) a governador, de João Paulo (PT) a senador e da presidente Dilma Rousseff (PT) à reeleição. Desta vez é o prefeito de Passira, no Agreste, Severino Silvestre (PSDB). “Estou com Armando porque reconheço nele a oportunidade para o desenvolvimento de Passira e de Pernambuco", afirmou, após encontro com Armando, no Recife.

Embora seja filiado a um partido que integra outra coligação na eleição deste ano, o prefeito Severino Silvestre externou a admiração pelo trabalho desenvolvido por Armando em toda a trajetória pública do candidato a governador de Pernambuco.

O tucano também garantiu o apoio às candidaturas de Armando e João Paulo de todo o grupo político que o apoia no município, a exemplo dos vereadores da base governista na Câmara Municipal. Dos 11 vereadores que compõem o Legislativo, sete vão estar com a coligação Pernambuco Vai Mais Longe.

O grupo é formado pelos vereadores Ernande Filho (PP); Everaldo Luiz (PRB); Antonio Luiz; o Toinho Luiz (PSDB); Everildo da Silva, o Fia de Sebastião Luiz (PR); Sebastião Júnior, Tão de Sebastião Luiz (PSB); Paulo Pereira, o Paulo JP (PR); e Antônio Ronaldo da Silva, o Júnior de Cida (PSDB).

Inauguração do Comitê de Mendonça

sexta-feira, 8 de agosto de 2014


Na noite de ontem foi inaugurado o Comitê de Mendonça Filho em Recife. Quem quiser saber a versão oficial da campanha, pode ler os outros blogs. Aqui vamos comentar o que vocês não lerão nos outros.

Mendonça deu uma demonstração de força. A casa estava cheia. Certamente mais de 2 mil pessoas passaram pelo local, incluindo diversos candidatos a deputado estadual.

O Governador João Lyra protagonizou um episódio que merece ser contado. Ao discursar, e desejar sorte e muitos votos a Mendonça, estendeu os desejos aos candidatos a deputado estadual presentes e os nomeou: Priscila Krause e Maviael Cavalcanti. Esqueceu-se de Tony Gel que estava bem atrás dele e não gostou nada da indiferença. 

Tony Gel passou por um constrangimento desnecessário, uma vez que agora, por força das decisões que tomou, tornou-se aliado de seu maior adversário político.

A chapa majoritária demorou muito a chegar. Muitos já haviam ido embora. Discursaram Fernando Bezerra Coelho, Raul Henry e Paulo Câmara. Nenhum pediu votos para Eduardo Campos presidente. Respeitaram a posição de Mendonça, que diz votar em Aécio. O que ninguém entendeu foi o motivo da presença de militantes jovens de Eduardo e Marina no recinto. Ora, se nem os candidatos pediram votos para Dudu, o que danado a militância fazia ali? Certamente foram chamados por alguém. Por quem, não se sabe.

Se por um lado, ninguém pediu votos para Eduardo, Mendonça sequer lembrou da existência de Aécio Neves, seu candidato a presidente. E João Lyra, além do episódio em que ignorou Tony Gel, protagonizou outro momento que faz muita gente olhar de lado.

Ao elogiar, o que é muito legítimo, seu governo, disse que está seguindo as MUDANÇAS QUE PERNAMBUCO PRECISAVA E QUE HAVIAM INICIADO EM 2007. Nesse momento, muitos começaram a se entreolhar e fazer comentários sobre a situação. Ora. Isso foi um tapa na cara do próprio Mendonça, que entregou o governo a Eduardo Campos. Paulo Câmara inclusive já elogiou de público várias ações de Mendonça como governador. Ou Paulo ou João Lyra estão mentindo.

E eu, que pouco minto, digo apenas que Mendonça não precisava passar por um constrangimento desse, junto a pessoas que acham sua passagem pelo governo irrelevante e negativa.

Mas para mim, o mais revelador do evento foi ver a sintonia entre Mendonça e o prefeito de Recife Geraldo Júlio, que derrotou Mendoncinha em 2012. Além de elogios mútuos, ( Geraldo chegou a dizer que tudo que precisa de Mendoncinha em Brasília é atendido, e Mendonça falou que Geraldo tirou Recife da lama e faz uma ótima gestão) havia placas com fotos de Paulo Câmara e Geraldo Júlio.

Que existam fotos de Paulo com Eduardo, com Fernando e com Raul Henry é perfeitamente compreensível. Que existam com Geraldo, idem. Mas não no comitê do presidente estadual de um partido que, desde hoje, tem uma candidata a prefeita, que é Priscila Krause, se eleita deputada for.

O agrado ao prefeito foi, ao mesmo tempo, um desagrado à Krause, que todo dia dá uma bordoada na gestão de Geraldo. 

Na política tudo muda com uma rapidez impressionante. Mas se fosse hoje, o DEM, parece, apoiaria uma ova eleição do prefeito, e rifaria as intenções da vereadora candidata a deputada.


DIAP traz outra vez Mendonça na lista dos melhores parlamentares

terça-feira, 29 de julho de 2014

O DIAP mais uma vez divulga a lista dos principais parlamentares do país. E mais uma vez Mendonça Filho aparece na lista, apontado como um dos melhores debatedores do Congresso.Vejam a lista completa AQUI



PERNAMBUCO

Senador Armando Monteiro PTB Industrial Negociador
Deputado Bruno Araújo PSDB Advogado Negociador
DEPUTADO EDUARDO DA FONTE PP EMPRESÁRIO ARTICULADOR
Deputado Fernando Ferro PT Engenheiro Formulador
Senador Humberto Costa PT Médico Articulador
Deputado Inocêncio Oliveira PR Empresário Articulador
Deputado Mendonça Filho DEM Empresário Debatedor
Deputado Paulo Rubem Santiago PDT Professor Debatedor
Deputado Sílvio Costa PTB Empresário Debatedor

Mendonça e João apresentam suas chapas

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Foi dada a largada para a campanha eleitoral pra valer. O Domingo em Belo Jardim foi de demonstração de força pelos dois principais grupos políticos da cidade.


No final da manhã, Mendonça Filho reuniu em seu palanque os suplentes e ex-vereadores, ex-vice-prefeito, ex-secretários...) para apresentar Raquel Lyra como sua candidata. A princípio eu imaginei que houvesse reciprocidade da filha do governador em apoiar Mendonça em Caruaru. Ledo engano. O apoio passa apenas por Belo Jardim. Na capital do Agreste, Raquel faz campanha para Woney Queiroz, filho do prefeito de lá.

Se por um lado é verdade que Mendoncinha e seu grupo sempre pregaram o voto em pessoas DA CIDADE, também é verdade que MF fez o possível para selar uma aliança com o grupo de Cintra Galvão. Estava disposto inclusive a votar em Cecílio e apoiá-lo como candidato a federal. Como a conversa não avançou devido à teimosia e prepotência do Pavão, o acordo miou.

Raquel tem uma eleição tranquila. Deve estar entre os 4 mais votados no estado.

O fato que mais chamou a atenção, e eu nao poderei deixar passar despercebido foi a ambiguidade de Mendonça na hora de falar de seu candidato a Presidente.

Vale lembrar que a maioria esmagadora do grupo queria Mendoncinha apoiando Armando, e não Paulo para o governo. A justificativa do presidente do DEM era verdadeira e convicente: como líder do DEM na câmara, não poderia se juntar ao PT, que está na chapa de Armando.

Pois bem. O argumento deveria valer para a hora de assumir seu apoio a Aécio a presidente. Como líder do DEM, que apoia nacionalmente Aécio, Mendonça tem o dever de apoiar o tucano.

Qual não foi minha surpresa quando encontrei o seguinte material de Mendonça, com o nome de EDUARDO PARA PRESIDENTE.


Esperei que pudesse ser um erro crasso de alguém, e que MF desfaria o mal entendido em seu discurso. Enganei-me de novo. O ex-governador, derrotado por Eduardo, assumiu sem pudor nenhum toda sua admiração pelo governo que Campos fez e disse exatamente essas palavras: "EDUARDO MERECE O VOTO DE TODOS OS PERNAMBUCANOS".

Cai por terra então a justificativa para não apoiar Armando. Ora, se não pode apoiar Armando porque o DEM é adversário do PT, também não pode apoiar Eduardo, nem fazer material com o nome dele, porque o DEM é aliado do PSDB de Aécio.

A tarde foi a vez de João Mendonça apresentar o mais novo belojardinense desde criancinha, Bruno Araújo, seu federal, e Guilherme Uchoa, estadual.

Uchoa vem frequentando Belo Jardim há anos, desde que se tornou o patrocinador número 1 das tentativas de JM se manter no poder, uma vez que tem condenações que deveriam impedi-lo até mesmo de ser candidato.

Fanfarrão, resolveu agredir Mendoncinha em seu discurso, esquecendo ele que seu patrão, Eduardo Campos, e o Democrata, estão no mesmo palanque e seu discurso seria desautorizado se proferido na frente do chefe. Ao afirmar que Mendoncinha não fez nada pela cidade quando foi governador não foi aplaudido nem mesmo por João, que sabe ser mentirosa essa afirmação.

Para federal, depois de muito puxincói, quando se falou em Sérgio Guerra, defunto, depois André de Paula, resolveu-se que JM fica com Bruno Araújo, filho de pai nativo daqui. Bruno leva para o palanque de João o empresário Moacyr da Agrolar. A impressão que se tem é que a qualquer momento Moacyr vai se confundir e comparecer ao evento do grupo errado, porque, a cada eleição, ele está de um lado diferente. Hoje seu nome já é especulado para ser candidato a vice-prefeito na chapa do escolhido de JM para disputar a prefeitura. Vale lembrar que BRUNO vota AÉCIO para presidente.

Os vereadores CLAUDEMIR, EUNINHO, PATRÍCIA e DA PAZ, que foram eleitos OU PELO DEM OU COM O DINHEIRO DO DEM DE MENDONCINHA, estavam todos lá sorridentes e tirando retratos com os seus novos deputados. É bom começarem a pedir para que Bruno patrocine suas campanhas em 2016. 



Claudemir chegou a dizer por um bom tempo que seu federal seria Mendoncinha. Mais uma vez não cumpriu sua palavra. E ninguém esperava o contrário desde que ele, ainda na campanha, dizia que não sabe ser vereador de oposição.


Patrícia, cujo filho adoecia toda vez que João Mendonça ia a sua casa, segundo palavras de seu esposo Wilsinho, é outra que não tinha uma única razão para não votar em Mendonça, mas prefere os cargos que tem na prefeitura à dignidade de se manter leal a quem se manteve leal a ela e a seu esposo.


Já a vereadora Da Paz tem bons motivos para estar aliado a João Mendonça. Afinal, seus três filhos e vários de seus cabos eleitorais têm bons espaços na gestão. Um apoio dela ao candidato de JM a prefeito em 2016 dá pra engolir. No entanto, não apoiar Mendoncinha para deputado federal não é apenas ingratidão política. É ingratidão pessoal. O marido dela, Pedro Taboquinha sabe bem do que falo. Tanto sabe e tanto concorda que segue firme e forte, embora sem dar um único voto além do seu, ao lado de Mendonça.

A política é uma roda gigante. Quem está em cima uma hora terá de ficar embaixo. A não ser Euninho, que não importa quem seja o prefeito será aliado fiel dele.


Com o fim da Copa, os olhos dos brasileiros se voltarão de vez para a campanha eleitoral.

O Blog BJ na NET estará mais ativo nos próximos dias, prometo. Iremos debater as candidaturas que se apresentam como representantes de Belo Jardim, mas não esqueceremos dos candidatos a presidente, governador e senador.

Mandem sugestões!

Enquete FESTA DAS MAROCAS

Os leitores que votaram na enquete disseram em peso que a FESTA DAS MAROCAS PIOROU.

MELHOROU
1 (2%)

TÁ A MESMA COISA
1 (2%)

PIOROU
43 (95%)

Votos até o momento: 45

Iremos perguntar em breve sobre o trânsito de Belo Jardim, que toda semana apresenta uma novidade.

A decadência da Festa das Marocas. Foi JOÃO QUEM FEZ

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Sobre a Festa das Marocas em Belo Jardim:

A Prefeitura inova demais. Tiraram a festa de julho e colocaram em junho, no mesmo fimde semana em que Caruaru e Arcoverde estão arrebentando.

Acabaram com a tradicional descida do trio, evento que reunia as turmas de amigos atrás do trio e as famílias ao largo da linha do trem.

Como compensação, anunciaram um grandioso show com VICTOR E LEO.

Animado, abri mão dos shows em Aracaju e Caruaru. E o que vi?

Uma dupla cantando em playback letras sem sentido algum, como

NÃO SEI DIZER O QUE MUDOU, MAS NADA ESTÁ IGUAL.

Ora essa. Se nada tá igual, tudo mudou, animal. Inclusive a nossa tradicional MAROCAS. PRA PIOR

Ei, DIlma. Vá tomar...

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Peço licença para um texto meio longo, mas necessário:






Há dias queria escrever mais demoradamente sobre os xingamentos e as vaias direcionados à presidente Dilma Rousseff, e o faço agora.

Não é minha práxis debater pessoas, e sim suas ações. Mais que falar de Dilma, me dedico a falar mal de seu governo e suas ações à frente do país. Ainda assim, entendo perfeitamente os motivos e a expressão de um povo contra sua governante.

Mais que a ela, o xingamento era ao PT e a seu governo, personificados nela.

Comecemos pelo fato de que Dilma, que já teve peito de enfrentar o cassetete da ditadura militar, se escondeu das vaias da democracia. Se escondeu covardemente ao abrir mão do protocolo que lhe garantia direito à fala na abertura do evento.

Aí veio a onda de xingamentos e depois a choradeira nas Redes Sociais. Alegam desrespeito, falta de educação, etc.

Ora. Cheguei a ouvir o seguinte: “como esse povo exige educação e xinga a presidente da república, demonstrando falta daquilo que exigem”. Mas é muita jumentice prum cérebro apenas, hein! A Educação que exigimos, por ser DEVER do ESTADO, é a FORMAL, ensinada em ESCOLAS, e não os bons modos, ensinados em FAMÍLIA.

Passemos ao fato de que o governo da mesma DILMA desrespeita-nos diuturnamente. A própria realização da Copa no Brasil, garantida por vultosos empréstimos públicos foi um grave desrespeito às prioridades sociais que existem no país.

Querem saber mais? Até o SLOGAN GOVERNAMENTAL da COPA, em que predominam as cores do BRASIL (VERDE e AMARELO), apresenta um 2014 em VERMELHO, as cores do PT, em um ano ELEITORAL.

Certamente alguém vai apontar síndrome de perseguição. Só quem não conhece o PT. Alguém duvida que o PT seria capaz de manipular um símbolo nacional para de alguma forma associar ao partido e render dividendos eleitorais? Basta lembrar do que fez, ainda no primeiro no de governo, LULA: um jardim em formado de ESTRELA VERMELHA na residência OFICIAL. Isso não é desrespeitoso? 

E quando Lula apareceu em um vídeo dizendo que a cidade de PELOTAS É CONHECIDA COMO EXPORTADORA DE VIADO? Onde estavam os arautos de plantão?

Ah, não poderia esquecer do que afirmou o Maior cretino de todos os tempos, Lula, sobre os xingamentos: Você viu que não tinha ninguém com a cara de pobre, a não ser você, Dilma. Não tinha nenhum pelo menos moreninho. Era a parte bonita da sociedade, que comeu a vida inteira e chegou ao estádio para mostrar que educação a gente aprende em casa, vem de berço

Vale lembrar que a Copa, evento que segundo Lula serve apenas às elites, foi idéia DELE e de mais ninguém. Portanto, se alguém privilegiou elites, foi ele próprio.

Há um vídeo em que, no show de O RAPPA, o público grita exatamente o mesmo coro: EI, DILMA, VÁ TOMAR NO CU.

Será que também no show de O RAPPA só tinha galegos dos zoiazu?



Para terminar, há poucos meses, uma reca de PETISTA ameaçou publicamente o ministro JOAQUIM BARBOSA. Desrespeitaram alguém que, no mesmo patamar de Dilma, preside um dos poderes nacionais.
Não vi nenhenhem nem mimimi pela Rede.

Termino com uma citação fenomenal e bem sintética de OLAVO DE CARVALHO:

"O governo petista habituou a população a desrespeitar tudo -- a ordem, a família, a moral, as Forças Armadas, a polícia, as leis, o próprio Deus. Se esperava sair ileso e ser aceito como a única coisa respeitável no meio do esculacho universal, então é até mais louco do que parece." Olavo de Carvalho

PSB dá a largada com mentiras sobre convenção de Paulo Câmara

terça-feira, 17 de junho de 2014

ATUALIZAÇÃO I
Tem gente que é besta. Tem gente que se faz de besta. E tem gente que tem a necessidade de se fazer de besta.

Certamente a pessoa que escreveu o seguinte comentário se enquadra no primeiro ou no último caso:

"cara vc além de tudo é burro com B maiúsculo ou não sabe que o evento aconteceu durante todo o dia,não é obrigado o cara ficar de 10:00 da manhã as 17:00. ou então se tivesse tanta dúvido nos números fosse e levasse uma catraca nas costas. eleitor do coronel usineiro e senador contra os empregados Armando monteiro"

Esse animal acha, ou finge achar, que desde as 10 da manhã o povo ficou entrando e saindo no Clube, sabendo que a chegada da chapa estava programada para um horário no final da tarde. Ele sabe, mas não quer ou não pode admitir que a convenção foi minguada hahahah


No último domingo, dia 15, ocorreu a convenção que homologou a chapa da FRENTE POPULAR ao governo de Pernambuco. Como já se sabe, o candidato é o senhor PAULO POSTE CÂMARA. Para vice, Jarbas Vasconcelos mente dizendo que indicou o nome de RAUL HENRY em troca de abrir mão de sua reeleição ao senado. A verdade é que Eduardo não lhe daria espaço na majoritária. Ao senado, para a vaga do decadente Jarbas, FERNANDO BEZERRA COELHO.

A organização do evento anunciou que 25 mil pessoas estiveram presentes ao evento. Agora vejam que interessante: No dia 29 de janeiro, o Jornal do Commércio divulgou que o Clube Português fora interditado e multado por haver divulgado que comporta 12 mil pessoas, quando, na verdade, está apto a receber 5 mil pessoas. Vejam bem... O próprio clube, inflacionando os números oficiais, diz que comporta 12 mil pessoas. Eduardo diz que 20 mil estiveram lá.

Mentira dele e de todos que estiveram por lá para lançar a chapa que tentará enganar vocês, caros e parcos leitores.

Como sabem, o DEM, que tem Mendonça Filho na presidência, está no meio dessa aliança. Eu, no entanto, não caminho com o partido e votarei em quem tiver chances de derrotar o PSB de Paulo e Eduardo.

João estrela lista do TCE

terça-feira, 3 de junho de 2014

Não sei porque diabos acharam que eu não iria tocar no assunto. Hahaaaaaaai.

O TCE divulgou a relação dos gestores que tiveram contas rejeitadas e, por isso, não podem ser eleitos nas próximas eleições. Claro, um bom advogado muda tudo, vide João Mendonça.

Falando nele, é o líder de contas rejeitadas na cidade. Inexplicavelmente, o Blog Paredão do Povo não divulgou seu nome na relação.

Além dele, o ex-Prefeito Marco Coca-Cola aparece. Os ex-vereadores Diniz, Ginaldo e Benício também estão por lá. Assim como Barbosinha, Olga Cavalcanti, Carmen Peixoto e Bernadina.

No caso das três últimas, a rejeição se deu por falta de recolhimento de INSS e outros tributos, durante suas gestões na AEB. Incrivelmente, o atual gestor, Wilson, tem conseguido pagar tais tributos, pois conta com o aval e apoio do Imperador JM, coisa que Coca-Cola não fazia em sua gestão, deixando a AEB ao Deus-Dará.

Como demorei a escrever sobre o assunto, uns cretinos acharam que eu tava fugindo do assunto por, na lista, aparecer o nome de uma parenta minha. Oras! Primeiro de tudo, basta não ser analfabeto funcional para, lendo, entender por que razão o nome dela figura na lista. Não há nada do que se envergonhar. Não há acusação alguma. Há uma restrição e uma multa por não ter conseguido pagar o que a lei exige em termos de  Fundo Previdenciário. A restrição é não poder ser candidata a cargos eleitivos. E segundo: podia ser minha mãe. Divulgo do mesmo jeito. Mar menino...

Enquanto isso, os aliados já começam a pensar em que nome JM irá tirar da cartola para disputar sua sucessão.

LISTA DO TCE



 BERNARDINA SANTOS ARAÚJO DE SOUSA AUTARQUIA EDUCACIONAL DE BELO JARDIM


CARMEM APARECIDA GUIMARÃES PEIXOTO AUTARQUIA EDUCACIONAL DE  BELO JARDIM- AEB

DINIZ SOARES DA SILVA  
CÂMARA BELO JARDIM

GINALDO JOSÉ DE SOUZA  
CÂMARA BELO JARDIM

JOSÉ BARBOSA DA SILVA FILHO  
BELO JARDIM PREV

JOSÉ EDNILSON CINTRA PEREIRA  
CÂMARA BELO JARDIM

JOSÉ WILSON CAMPELO  CÂMARA 
BELO JARDIM – VERBA DE GABINETE

MARCOS ANTÔNIO DA SILVA 
PREFEITURA BELO JARDIM

MARIA DO SOCORRO DE ALBUQUERQUE CINTRA  CÂMARA BELO JARDIM

OLGA CAVALCANTI DA SILVEIRA  
AUTARQUIA EDUCACIONAL DE BELO JARDIM